9 dicas e práticas para vencer a preguiça de treinar

9 dicas e práticas para vencer a preguiça de treinar

Todos nós sabemos que a prática regular de exercícios físicos aliada a uma alimentação saudável, é essencial para manter a saúde em dia. Aqueles que adotam esses hábitos são menos propensos a adoecer e costumam ter uma vida mais longa. Além disso, o bem-estar não é apenas físico, a mente também é beneficiada! Mas o que fazer quando bate aquela preguiça de treinar?

Primeiro, se você está lutando contra um estilo de vida sedentário, saiba que não está sozinho! Muitas pessoas são iguais e, mesmo sabendo a importância de se manter ativo, tropeçam em velhos hábitos ou não conseguem a disposição necessária para começar.

Isso é normal! É difícil encontrar aqueles que pulam da cama, decidem e conseguem mudar imediatamente seu comportamento para melhor pelo resto da vida. No mundo real as coisas são mais complicadas, não é mesmo?

A boa notícia é que é perfeitamente possível superar essa preguiça. Existem algumas mudanças capazes de espantar de vez esse desânimo na hora do treino. Descubra agora quais são elas!

1. Durma bem

Parece meio óbvio, mas ter uma boa noite de sono é indispensável para a energia na hora de treinar. Não é só a quantidade de horas que você dorme que importa, a qualidade do sono é fundamental.

Por isso, evite alimentos estimulantes e o uso de aparelhos eletrônicos próximo a hora de dormir. Mantenha um ambiente calmo, confortável, tranquilo e não deite muito tarde. Tudo isso, com certeza, ajudará no seu ânimo para enfrentar a rotina no dia seguinte e, claro, a se exercitar com mais disposição.

2. Inclua o exercício em sua agenda

Colocar o exercício na agenda faz dele um compromisso, transformando-o em uma prioridade. Portanto, escreva no seu calendário quando você vai se exercitar. Esse passo é ainda mais importante para quem tem uma vida repleta de tarefas.

A criação de uma nova rotina leva um tempo, são necessários entre 21 e 120 dias para gerar um novo hábito. Nos primeiros dias é preciso cumprir corretamente o que propusemos, logo fica mais fácil se acostumar com as mudanças.

3. Arranje um parceiro de treino

Se é complicado permanecer comprometido com a atividade física, ir com um amigo ou colega de trabalho pode oferecer o impulso que você precisa.

É difícil deixar um amigo na mão quando ele está esperando por você para se exercitar. Também é bom ter alguém para incentivar e celebrar as conquistas. A mudança de costumes não é fácil, especialmente os hábitos de vida, assim, ter a ajuda de outra pessoa pode ser um fator muito positivo nesse processo!

4. Defina metas realistas

Para se manter inspirado, você precisa sentir que está conseguindo bons resultados, certo? Para isso, defina objetivos para que sejam alcançados. Estabelecer metas é extremamente importante, contudo, elas precisam ser realistas! Por mais que deseje ter um físico incrível, tenha em mente que isso não acontece da noite para o dia.

Defina objetivos atingíveis e orientados para as suas habilidades. Por exemplo, a cada semana, diga a si mesmo que vai incluir mais repetições, minutos ou peso em seu treino. Outra coisa que pode ajudar é contratar um personal trainer. Ele, com certeza, saberá orientá-lo e vai incentivá-lo bastante na manutenção da aderência ao treinamento.

5. Mantenha sua playlist atualizada

Música é algo que pode fazer maravilhas para o nosso estado de espírito. Se tem uma coisa que ajuda a manter o ritmo e faz o tempo passar mais rápido é escutar as nossas canções favoritas. Ao fazer isso, você elimina a preguiça de treinar, reduz a percepção de esforço e aumenta a sua resistência. Portanto, busque aquela seleção musical animada, coloque os fones de ouvido e comece já a sua atividade!

6. Leve seu treino para um ambiente aberto

Você sabia que as pessoas que se exercitam ao ar livre se sentem mais energizadas e rejuvenescidas após o treino? Quem faz esse tipo de atividade vive menos estressado, deprimido e frustrado com o cotidiano.

Além disso, essa atitude aumenta naturalmente as chances de se exercitar novamente,  só pelo fato de mudar o ambiente e respirar ar fresco. E de quebra, com a exposição solar, aumenta seus níveis de vitamina D.

7. Separe o que vai usar com antecedência

Antes de dormir, deixe suas roupas e calçados prontos e próximos a sua cama. Seu equipamento de treino deve ser um das primeiras coisas que você enxerga quando acorda. Desse modo, você não dá desculpas que esqueceu. Use alguns minutos na noite anterior para separar roupas e acessórios que vai usar.

Caso pratique exercícios antes ou depois do trabalho, separar as roupas com antecedência vai tornar as coisas mais práticas, sem contar que você terá menos desculpas para dizer que não tem tempo.

8. Experimente novos exercícios

Encontre uma atividade física que te dê prazer. Nem todo mundo gosta de correr na esteira ou levantar pesos. Procure práticas divertidas, como um treino funcional ou uma aula de dança.

Se o seu problema é enjoar com facilidade, varie sua rotina de exercícios. Corra um dia, dance no outro e use o elíptico no terceiro dia. Realizar atividades que gosta irá ajudá-lo a não adiar seus exercícios.

9. Aprenda a se recompensar

As recompensas vão suavizar as tarefas e ajudarão você a se manter no caminho certo. Funciona assim: se você conseguir fazer algo que não fez no dia anterior ou que estava absolutamente adiando, então merece alguma gratificação. Ao se recompensar após a conclusão de esforços praticando uma atividade física, você constrói um reforço automático de que está fazendo a coisa certa.

Mantenha a maioria das recompensas em coisas simples, como uma pausa prolongada, assistir a um filme, comer algo gostoso ou coisas parecidas. Deixe as recompensas realmente grandes para uma conquista maior, como atingir o peso desejado ou não faltar aos treinos por 1 mês. Ao usar recompensas, você treinará sua mente para trabalhar mais ativamente.

Estamos conscientes dos benefícios que a atividade física nos proporciona. No entanto, acontece com todo mundo aquela tentação de não ir à academia, não correr ou não fazer os treinos. Bem, por um dia nada vai acontecer, mas embora isso seja verdade, também é certo que você pode entrar em um círculo vicioso, tornando esse ato frequente.

Vale ressaltar que, uma coisa é encontrar sua motivação, outra bem diferente é continuar quando surgem problemas ou imprevistos. Ao invés de deixar que os contratempos e a preguiça de treinar desmotivem você, recuse ser atrapalhado por eles. Manter o foco e trabalhar com os desafios são algumas das melhores maneiras de lidar com as dificuldades e não desanimar.

E aí, gostou do texto? Então compartilhe nosso post em suas redes sociais e ajude seus amigos. Com essas dicas, certamente, será muito mais fácil praticar exercícios sem nenhum desânimo!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *