Anabolismo vs Catabolismo: entenda as principais diferenças.

O metabolismo celular é um conjunto de reações químicas que acontecem no organismo dos seres vivos com o objetivo de sintetizar ou degradar moléculas para produzir energia. Existem dois importantes processos metabólicos, por isso, é importante conhecer as diferenças entre anabolismo vs catabolismo.

Muitas vezes, os profissionais usam termos que aprenderam durante a graduação ou leram em livros como se todos tivessem familiaridade com eles, o que não é diferente com os médicos e nutricionistas. Por isso, é importante buscar informações claras e didáticas para compreender melhor os assuntos sobre atividade física, saúde e desempenho.

Pensando nisso, preparamos este post para você entender o que é e quais são as principais diferenças entre anabolismo e catabolismo. Boa leitura!

Anabolismo

Anabolismo é todo o processo que envolve reserva ou construção de tecido orgânico a partir do consumo de energia. Essa fase metabólica é chamada de reação de síntese ou de reconstrução e seu principal resultado é a geração de moléculas complexas a partir das simples.

Para acontecer o anabolismo, é importante que as células recebam energia ou tenham substrato suficiente. Com isso, ocorre o crescimento de novas células — o que garante a manutenção de todos os tecidos.

O estímulo ao processo anabólico pode ser feito a partir da prática de atividades físicas e da alimentação adequada. O treinamento deve ser apropriado ao objetivo de ganhar massa muscular, ou seja, de atingir a hipertrofia.

A prática de exercícios de alta intensidade e pouco volume danifica o tecido muscular, que é reparado durante o tempo de descanso do corpo. É essa reparação que provoca o desenvolvimento da massa muscular, também conhecida como massa magra.

Já a dieta deve ser rica em proteínas. O ideal é que ela seja consumida em conjunto com um carboidrato logo após o treino e sozinha à noite. Isso favorece ainda mais a síntese proteica.

É importante entender que o anabolismo não é necessariamente benéfico ou maléfico. Ele tem efeitos positivos quando o objetivo é aumentar a quantidade de massa muscular, por exemplo. Porém, tem consequências negativas quando está presente em células indesejadas, como as cancerígenas.

Entre os principais hormônios anabólicos presentes no organismo estão o GH, a testosterona e a insulina.

Catabolismo

Catabolismo é todo processo que envolve gasto ou destruição de tecido orgânico. Para isso, é necessário que se formem compostos simples a partir de moléculas complexas. Isso significa que se trata de uma reação de quebra ou degradação molecular.

Sua função principal é fornecer energia para o funcionamento do corpo humano. Isso é fundamental para a manutenção das funções vitais, bem como para o controle dos batimentos cardíacos e equilíbrio da temperatura corporal.

O catabolismo pode acontecer em diversos tecidos e também é estimulado por alguns hormônios. Quando ocorre nos músculos, é o responsável pela tão temida perda de massa muscular. Porém, o processo também é importante para a manutenção da vida e para a obtenção de resultados estéticos.

Além de auxiliar na manutenção da glicose, o catabolismo auxilia na perda de gordura corporal, que é quebrada e convertida em energia. Entre os principais hormônios catabólicos estão a noradrenalina, a adrenalina, o cortisol e o glucagon.

Anabolismo vs catabolismo

Apesar de, normalmente, as pessoas utilizarem o termo anabolismo para o ganho de massa muscular, isso não é uma verdade. Para que uma reação anabólica aconteça, são necessários energia disponível e hormônios.

Quando o organismo tem energia excedente, por exemplo, a insulina ajuda a construir tanto gordura quanto músculo. Já a testosterona produz apenas tecido muscular e o cortisol constrói tecido adiposo.

Em contrapartida, na ausência de energia, a testosterona preserva os músculos e consome a gordura. Já o cortisol consome músculos e sintetiza tecido adiposo a partir dessa musculatura degradada, que será utilizada como forma de energia imediata e como reserva para necessidades futuras.

Portanto, não é correto classificar o anabolismo como bom e catabolismo como ruim. Há ainda um equilíbrio necessário entre catabolismo e anabolismo, por exemplo, para a formação de tecido ósseo: para se fazer ossos novos e mais fortes, é necessário que o osso atual seja consumido para dar lugar ao tecido melhorado.

Dessa forma, a presença do catabolismo é vital para a remoção de um tecido quando se é necessário fazer a substituição dele por outro mais forte ou eficiente.

A compreensão final sobre fisiologia, bioquímica e toda ciência que trata da vida é a percepção de que o equilíbrio de reações antagônicas não são apenas benéficas, mas necessárias para o bom funcionamento do organismo.

Suplementação

Se o seu objetivo é ganhar massa muscular é necessário incentivar o estado anabólico o máximo possível. Porém, não é possível evitar completamente o catabolismo de quem treina intensivamente com pesos. O motivo é que os exercícios causam a quebra muscular e levam o organismo ao estado catabólico.

O catabolismo muscular também é causado por qualquer tipo de estresse que passamos. Isso inclui falta de sono, problemas pessoais, excesso de trabalho, doenças, processo digestivo e envelhecimento. A chave é reduzir a severidade desses problemas e combater o catabolismo antes, durante e depois do seu início.

Existem diversas formas de fazer isso, incluindo mudanças na alimentação, descanso apropriado e com o uso de suplementação. Conheça alguns suplementos que você pode ingerir para evitar o catabolismo.

BCAA

A suplementação com BCAA fornece os aminoácidos essenciais que o nosso corpo precisa para se recuperar e permitir que o metabolismo fique em estado anabólico. Essas substâncias são essenciais para regenerar e construir o tecido muscular, mas não são produzidas pelo nosso organismo. Por isso, devem ser obtidas por meio da alimentação.

O BCAA pode ser consumido antes e depois dos treinos.

Glutamina

Um dos pré-requisitos para recuperar a musculatura e permitir que ocorra a hipertrofia é ter um balanço positivo de nitrogênio dentro da célula muscular e a glutamina é um aminoácido que atua no transporte desse elemento. Por isso, a suplementação com glutamina é uma das melhores formas de evitar o catabolismo muscular.

Caseína

A caseína é uma proteína do leite que apresenta digestão muito lenta. Por isso, a sua ingestão permite que os aminoácidos sejam liberados aos poucos para os músculos, o que ajuda a evitar o catabolismo e impede seu corpo de usar as reservas musculares para ter proteína. Esse suplemento pode ser tomado antes de dormir ou durante a alimentação pós-treino.

A regulação do metabolismo altera conforme as características e o estilo de vida de cada indivíduo, como idade, sexo, peso, alimentação e prática de exercícios físicos. Assim, o funcionamento adequado do organismo não depende apenas do anabolismo ou catabolismo, mas também do correto balanceamento entre eles.

Entendeu as diferenças entre anabolismo vs catabolismo? Quer adquirir suplementos para prevenir o catabolismo celular? Então, entre em contato conosco e conheça os produtos da Max Titanium!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *