Arquivos da categoria: Nutrição Esportiva

As colunas e artigos sobre Nutrição Esportiva estão sob a responsabilidade do Dr. Rodrigo Loschi, Nutricionista Esportivo – CRN3 29991

Whey Protein: o que é e seus benefícios

As proteínas do soro do leite (whey protein) são extraídas da porção aquosa do leite, gerada durante o processo de fabricação do queijo. Possuem alto teor de aminoácidos essenciais, especialmente BCAAs, peptídeos do soro como: beta-lactoglobulina, alfa-lactoalbumina, imunoglobulinas e glico-macropeptídeos1.

continue lendo

rodrigoloschfinal

Max Pump No Seu Treino !

A beterraba tem sido pesquisada com bastante intensidade nos últimos anos e com evidências importantes sobre seu consumo e performance. Seu principal ativo é o nitrato, que quando consumido de forma aguda (3 horas antes do exercício)
ou de forma crônica (6 dias antes da prova) aumenta a concentração de nitrato no sangue e aumenta capacidade para produzir NO2 (óxido nítrico), criando vasodilatação, maior fluxo de sangue e economia de oxigênio (1).continue lendo

rodrigoloschfinal

Glutamina

O intestino apresenta um complexo sistema imune associado à mucosa, o que permite tolerar a chegada de uma grande quantidade de antígenos dietéticos e dos microrganismos que colonizam o trato gastrointestinal, a agressão repetida à barreira intestinal pelos imunocomplexos gerados de uma hipersensibilidade alimentar provoca um aumento da continue lendo

rodrigoloschfinal

Anabolizantes x Mulheres

A busca pelo físico mais musculoso com menor percentual de gordura tem atingido o público feminino nas academias e com isso vem o ABUSO de suplementos alimentares e anabolizantes usados indiscriminadamente sem orientação profissional e as maluquices de aplicações locais para aumentar bumbum e pernas. É comum mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP), essa alteração gera dificuldade em perder gordura e facilidade de aumentar massa magra. A dieta para esse público é totalmente diferente, o ponto importante é lembrar que uma das causas da SOP são os níveis de androgênios elevados (1) (testosterona e insulina elevados e SHBG reduzido) gerando um aspecto metabólico parecido com efeitos de muitos anabolizantes. Nessa situação a mulher que usa anabolizante ou suplementos pró-hormonais vai virilizar, ter acne, cair cabelo, engrossar a voz, ter irritabilidade e ficar com aspecto de “inchada” A tensão pré-menstrual é um fator que atrapalha o tratamento dietético durante alguns dias, gerando compulsão por carboidratos, alteração de humor e retenção de líquidos, imagine a mulher que já está usando os anabolizantes nessa situação? Aí ferrou tudo… E para ajudar o “amigão mal informado” orientou para zerar o carboidrato na dieta (sem carboidrato, sem serotonina = mal humor) … Está feito a bagunça. O sucesso do tratamento sempre é individualizar (exames de rotina, dieta adequada e suplementação ajustada de acordo com seu objetivo). Algumas vitaminas e minerais são uma ferramenta para controle dessa TPM, zma (zinco, magnésio e vitamina b6) já são comprovados os benefícios de seu uso (2), as dosagens são variadas e podem ser ajustado via alimentos também. Não saia fazendo nada de qualquer jeito !!!!! Procure um profissional

Referências:

1. NCBI – US National Library of Medicine National Institutes of Health.
2. NCBI – US National Library of Medicine National Institutes of Health.