Dicas e cuidados com o consumo de óleos

Compartilhe com os amigos

Ao natural, na alimentação, ou por meio da suplementação em cápsulas, alguns cuidados são fundamentais para você obter o melhor desse tipo de nutriente. Confira agora quais são eles, além de algumas dicas de consumo.

Procure um profissional

Sempre que desejar incluir algo em sua dieta, é fundamental procurar a ajuda de um especialista. Apenas um médico nutrólogo ou um nutricionista saberá dizer a quantidade exata desses óleos que você pode consumir por dia, tendo em vista que cada organismo tem suas particularidades.

Essas necessidades também costumam variar de acordo com a idade e as peculiaridades da vida de cada pessoa (se faz mais exercícios, se dorme pouco, se sente cansaço). Só um profissional é capaz de fazer essa avaliação e a indicação correta.

Não abuse dos óleos na comida

Mesmo sendo fonte de ácidos graxos e outros nutrientes, a maioria dos óleos vegetais é muito calórica. Logo, em uma dieta com esse tipo de restrição, eles devem ser consumidos moderadamente para que não acabem por proporcionar efeitos contrários aos que você espera.

O consumo diário de gordura de um adulto deve ser de, no máximo, 20% a 35% de sua dieta, o que dá mais ou menos duas colheres de algum óleo inteligente e nutritivo, ou de azeite. Se não conseguir isso, considere fazer a suplementação com cápsulas.

Potencialize seu ômega 3

Se fizer suplementação de ômega 3 em cápsulas, procure um produto que seja feito de material gastrorresistente. Isso evita que ela se abra no seu estômago e faça você arrotar peixe o dia inteiro.

Não consuma se estiver com coloração escura

Se o óleo estiver escuro, evite ingeri-lo. Isso pode significar que ele passou por uma alteração física durante o processo de fritura que alterou suas propriedades. O aquecimento excessivo do óleo pode formar produtos tóxicos, como peróxidos e acroleína, substância que pode causar irritações no nariz, no estômago e na boca.

Como vimos, óleos vegetais — sejam na forma de cápsulas, sejam em sua forma natural —, podem ser grandes aliados da nossa saúde por concentrarem grande quantidade de nutrientes. Considerando que o corpo humano não consegue produzi-los, o único jeito de obtê-los é por meio da alimentação e da suplementação.

Procure produtos de marcas sérias e que tenham selos de qualidade de outras instituições. Só assim você terá certeza de estar comprando um ótimo produto para a sua saúde.

Agora que você já sabe tudo sobre os benefícios da suplementação de óleos, que tal continuar se aperfeiçoando a respeito dos suplementos que existem no mercado? Entenda as diferenças entre a proteína isolada e a proteína hidrolisada para saber qual é a melhor para as suas necessidades.


Compartilhe com os amigos

Últimas da Max

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *