O que ninguém fala sobre tomar suplementos alimentares!

o-que-ninguem-fala-sobre-tomar-suplementos-alimentares.jpeg

Tomar suplementos alimentares gera inúmeros benefícios, seja para a saúde como um todo ou mesmo para a obtenção de melhores resultados nos treinos. O grande problema é que, muitas vezes, as pessoas fazem uso de suplementação sem receita. E ignoram os riscos que uma dosagem excessiva pode causar.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo com base em informações geradas por um dos membros do nosso time de especialistas. Paulo Muzy  que é médico, palestrante internacional, responsável pela International Federation of Body Vuilding no Brasil e pela clínica de atendimento Performance com Saúde.

Confira, a seguir, o que é a suplementação e como ela pode ajudar em dietas com focos específicos. Descubra ainda quem pode tomar suplementos; as possíveis contraindicações da suplementação; os cuidados que devem ser tomados ao comprar suplementos e a importância de contar com auxílio profissional nesse momento.

O que é a suplementação e como ela pode ajudar?

A suplementação é um método de reposição de nutrientes que deveriam ser fornecidos por meio da alimentação, mas, por alguma razão, não são. Seja pela correria do dia a dia ou pelo consumo excessivo de alguns nutrientes, como no caso dos treinos pesados. Ela também é utilizada para complementar o consumo de proteínas, vitaminas e até mesmo calorias.

Os suplementos são compostos de aminoácidos, vitaminas, proteínas e demais substâncias capazes de melhorar a saúde. Além de serem utilizados para repor nutrientes, eles podem reverter certas deficiências nutricionais.

Para quem busca soluções de emagrecimento ou outras dietas com focos específicos, como a hipertrofia, por exemplo, é sempre indicado que haja um acompanhamento médico criterioso.

Quem pode tomar suplementos e para quais objetivos eles devem ser consumidos?

Os suplementos só são contraindicados em alguns casos muito específicos. Ainda assim, existem grupos focais para os quais a suplementação de nutrientes é essencial, como:

  • gestantes — principalmente suplementação de ácido fólico e ferro, evitando problemas na formação fetal e prevenindo anemia;
  • pessoas com mais de 60 anos — especialmente as vitaminas B12 e D, em função da absorção vitamínica ocorrida pelas medicações e pela redução sofrida à exposição solar;
  • pacientes com doenças gastrointestinais — suplementação de minerais e vitaminas é importante para quem possui dietas restritivas, seja em função de cirurgia ou por problemas nutricionais;
  • pacientes com hepatite gordurosa — o problema no fígado é uma inflamação causada pelo excesso de gordura no órgão, demandando a suplementação de vitamina E;
  • praticantes assíduos de exercícios físicos — a alta intensidade de exercícios físicos exige a reposição de aminoácidos, importantes para a recuperação muscular. Nesse caso, é necessária a suplementação de proteínas.

Em todos os casos citados, o ideal é sempre consultar um profissional especialista antes de iniciar qualquer suplementação.

Quais seriam algumas possíveis contraindicações ao uso de suplementos?

As principais contraindicações ocorrem nos casos em que a suplementação é realizada sem um acompanhamento profissional. Dessa forma, seu uso só oferece riscos em casos de:

  • ingestão em excesso;
  • alergias desconhecidas;
  • intolerâncias alimentares;
  • equívoco em relação ao objetivo.

A ingestão diária deve ser calculada considerando as condições de cada pessoa, tendo como base as suas necessidades nutricionais. A utilização equivocada de suplementos pode comprometer o desempenho e os resultados esperados nos treinos, provocar sintomas desagradáveis ou mesmo gerar alguma patologia.

Entre os principais sintomas que podem ser percebidos em função da má utilização de suplementos estão:

  • aumento da pressão arterial;
  • desidratação e hipertermia;
  • aumento do peso;
  • sobrecarga renal;
  • insônia ou cansaço;
  • entre outros.

Que cuidados tomar na hora de comprar um suplemento?

Para evitar os problemas citados, é importante tomar alguns cuidados no momento de escolher e tomar suplementos alimentares. Portanto, no momento da compra, procure observar os seguintes aspectos:

  • defina o que você realmente precisa — tenha um objetivo em mente e consuma apenas aqueles suplementos que contribuirão para os seus resultados;
  • compre a quantidade certa — nem para mais, nem para menos, adquira a quantidade aproximada de suplemento que você realmente vai consumir, desse modo, você evita o consumo excessivo;
  • observe a função de cada suplemento — evite gastar dinheiro com vários suplementos que possuem a mesma finalidade, procure combinar produtos com diferentes funções;
  • ignore a maioria — comprar uma marca apenas porque está todo mundo consumindo ela definitivamente não é uma boa estratégia, nesse caso, procure a recomendação de um profissional de confiança;
  • julgue pela qualidade, não pelo preço — preço alto não significa obrigatoriamente qualidade; portanto, atenha-se às informações disponíveis e à procedência do suplemento e não apenas ao seu valor de mercado;
  • saiba o que você está ingerindo — dedique um pouco mais de tempo para checar e pesquisar sobre os ingredientes do suplemento, isso poderá fazer uma grande diferença nos seus resultados;
  • fuja das falsificações — não abra mão, em hipótese alguma, de descobrir a origem do suplemento que você consome, procure por ingredientes seguros e processos adequados às normas sanitárias.

Qual a importância de contar com uma indicação?

A indicação de profissionais da saúde, tal como médicos, nutrólogos e nutricionistas, é essencial para o melhor aproveitamento ao tomar suplementos alimentares. Esses profissionais possuem conhecimento suficiente para calcular a necessidade nutricional de cada pessoa.

Além das informações citadas, especialistas possuem um bom conhecimento de mercado, experiência com diversas marcas e clareza sobre a composição de cada suplemento. Portanto, eles sabem exatamente qual é a melhor opção para cada paciente.

Outra razão essencial para buscar a indicação e o acompanhamento de um profissional é evitar que os suplementos sejam misturados com medicamentos contraindicados, consumidos em doses excessivas ou por períodos prolongados.

Portanto, retomando, tomar suplementos alimentares é uma forma de repor nutrientes essenciais para o corpo que não são suficientemente consumidos pela alimentação. Sua indicação é, normalmente, realizada para gestantes, pessoas com mais se 60 anos, pacientes com doenças gastrointestinais, pacientes de hepatite gordurosa e praticantes assíduos de exercícios físicos.

Além disso, é preciso tomar cuidado com a ingestão excessiva de suplementos, alergias ou intolerância alimentar e se manter atento para não tomar um suplemento equivocado. Por fim, você viu o quanto é importante escolher um bom suplemento, contando com a indicação de um profissional de confiança.

Agora que você já sabe todas essas informações sobre como tomar suplementos alimentares, ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco e nos deixe ajudar.

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *