Por que o colágeno é importante para a saúde? Descubra agora!

por-que-o-colageno-e-importante-para-a-saude-descubra-agora.jpeg

A maioria das pessoas está familiarizada com o colágeno, graças ao seu uso em produtos e tratamentos cosméticos. Ele tem sido elogiado pela sua promessa de ajudar a aumentar a umidade da pele, eliminar as linhas finas, fazer com que as estrias desapareçam e promover o crescimento dos cabelos.

O que muita gente não sabe é que a importância e os benefícios do colágeno vão muito além da questão estética. Aliás, antes de tentar reabastecer seu estoque usando cremes e loções, é importante saber que você não obterá as vantagens apenas aplicando esse componente em sua pele. Isso porque é necessário ingeri-lo para que seu corpo absorva suas propriedades.

No post de hoje, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre as funções dessa proteína e os motivos pelos quais ela é tão essencial em nossas vidas!

O que é e para que serve?

O colágeno é a proteína mais abundante em nossos corpos. É encontrado nos músculos, ossos, pele, vasos sanguíneos, sistema digestivo e tendões. Ele é um dos responsáveis por dar força e elasticidade à nossa derme, além de substituir as células mortas.

Quando se trata de nossas articulações e tendões, em termos simples, é a cola que ajuda a manter o corpo unido. O consumo de proteínas fornece aminoácidos essenciais na formação de colágeno no organismo.

Composição

O colágeno é muitas vezes referido como uma proteína complexa, o que não é surpreendente, considerando que contém 19 aminoácidos diferentes, que incluem uma mistura de tipos não essenciais e essenciais. Esse poderoso nutriente é composto de três cadeias, enroladas juntas em uma hélice firme. Cada uma delas tem mais de mil aminoácidos de comprimento.

Consumi-lo é uma ótima maneira de obter os aminoácidos arginina, glutamina, glicina e prolina. Os dois últimos são os principais tipos encontrados nessas cadeias. Ambos não são abundantes em carnes de animais, que é a fonte da qual a maioria das pessoas obtém grande parte de suas proteínas.

Tipos

Um fato pouco conhecido é que existem, pelo menos, 16 categorias de colágeno no corpo humano. Os principais são os tipos 1, 2, 3, 4, 5 e 10. Cada um desempenha papéis específicos e indispensáveis ao nosso organismo.

Quem deve usar suplementos de colágeno?

A nossa produção de colágeno começa a desacelerar naturalmente à medida que envelhecemos. Esse processo degenerativo provoca sinais, como rugas, flacidez da pele e dores nas articulações, devido à cartilagem mais fraca ou diminuída. Outros fatores no estilo de vida — como uma alimentação ruim, fumo e altas quantidades de exposição ao sol — também contribuem para o esgotamento desses níveis.

Doenças relacionadas ao colágeno surgem mais comumente devido a uma combinação de defeitos genéticos, baixa ingestão de alimentos ricos em proteínas, deficiências nutricionais e problemas digestivos que afetam a síntese dessa substância.

Quando estamos doentes ou sob muito estresse físico ou emocional, o corpo pode não ser capaz de produzir colágeno suficiente por conta própria. Nesses casos, precisamos do auxílio de fontes externas, principalmente da dieta e de suplementos, para obter o seu preenchimento.

Os suplementos, encontrados em pó, em líquido ou em cápsulas, são uma maneira fácil de aumentar sua ingestão diária desse nutriente. Todavia, devem ser indicados por um profissional e associados a hábitos saudáveis.

Quais os benefícios em consumir?

Conforme citamos no início do texto, a ingestão de colágeno melhora e contribui para a sua vida de muitas maneiras. Conheça algumas a seguir!

Ajuda no ganho de músculos

O colágeno é um componente importante do tecido muscular, por isso, não é surpresa que ele tenha grande impacto quando se trata de construir músculos.

Além disso, também contém uma quantidade concentrada de glicina, um aminoácido envolvido na síntese da creatina. Isso pode fornecer o combustível necessário para garantir mais força durante os treinos que visam à hipertrofia.

Melhora a saúde da derme

Como vimos, à medida que envelhecemos, a produção de colágeno diminui. Você nota isso fisicamente: pele mais solta, presença de rugas e menos elasticidade.

O aumento dos seus níveis pode proporcionar, à pele, uma aparência mais firme, aumentar a maciez e auxiliar para que as células continuem se renovando e reparando-se normalmente.

Reduz a degeneração e as dores nas articulações

Você já sentiu como se tivesse articulações duras? É provável que isso seja causado pela perda de colágeno. Isso porque, quando perdemos esse elemento, nossos tendões e ligamentos se movem com menos facilidade, levando à rigidez, ao inchaço e a outros sintomas.

Com sua estrutura semelhante a um gel que cobre e mantém os ossos juntos, ele permite movimentos com menos dor.

Pense na ingestão de colágeno, como engraxar uma dobradiça de porta rangendo. Ele permite que suas articulações se movam mais facilmente, minimiza a dor frequentemente associada ao envelhecimento e até reduz o risco de deterioração dessas estruturas.

Aumenta o metabolismo e o rendimento energético

Um aumento no colágeno pode ajudar a elevar o metabolismo, adicionando massa muscular magra ao seu corpo e participando da conversão de nutrientes essenciais. Um dos papéis mais importantes desse nutriente é formar o tecido muscular, transformando a glicose em energia que alimenta as células.

Ao consumir o colágeno, você pode se beneficiar também em ingerir vitamina C para garantir que seu corpo possa convertê-lo em uma proteína utilizável. Isso restaura a sua fonte de energia e vitalidade.

Protege a saúde cardiovascular

O aminoácido prolina ajuda as paredes arteriais a liberar o acúmulo de gordura na corrente sanguínea, minimizando seus estoques. Ela é necessária no reparo tecidual nas articulações e artérias, além de ser uma coadjuvante no controle da pressão arterial e estar relacionada com a prevenção da aterosclerose — o endurecimento das artérias —, uma vez que ajuda a evitar a formação de placas perigosas.

Além disso, a arginina participa da produção de óxido nítrico, o que permite uma melhor vasodilatação, ou seja, o alargamento das artérias e o relaxamento das células musculares e dos vasos sanguíneos, que permitem uma melhor circulação.

Quais os mitos relacionados?

Engorda

Não. Pelo contrário, por causa dos seus componentes proteicos, o consumo de colágeno pode aumentar a sensação de saciedade e, dessa forma, controlar a fome. O que, associado a uma alimentação saudável, contribui para o emagrecimento.

Elimina estrias

É necessário lembrar que as estrias são o resultado de uma lesão subcutânea que gera uma cicatriz. Tais lesões podem acontecer por diversos motivos, entre eles, a pouca elasticidade da pele. Por isso, o colágeno pode ser útil na prevenção e controle das estrias, entretanto, não é muito eficaz no tratamento das que já existem.

Uma de suas fontes é a gelatina

Ao contrário da crença popular, a gelatina comum não contém grande quantidade de colágeno. Para piorar, a maior parte das versões encontradas em supermercados é rica em açúcar, aromatizantes e corantes, ingredientes que podem ser nocivos à saúde.

Agora que você conhece melhor e compreende os benefícios da adição de colágeno em sua vida, é hora de começar a prestar atenção ao seu nível de ingestão e, se necessário, optar por fontes complementares.

Se você gostou deste post, curta agora a nossa página no Facebook. Assim, você fica por dentro das novidades e dos nossos conteúdos exclusivos!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *