Suplemento alimentar faz mal? Aprenda a maneira certa de tomar!

suplemento-alimentar-faz-mal-aprenda-a-maneira-certa-de-tomar.jpeg

Sabemos que a suplementação é uma das formas mais eficientes encontradas para repor nutrientes importantes que, por alguma razão, não são consumidos na alimentação convencional. No caso de quem frequenta academias e realiza exercícios físicos, essa prática é ainda mais importante. No entanto, resta a dúvida: suplemento alimentar faz mal?

É importante entender como e até que ponto a suplementação alimentar pode ajudar na obtenção de resultados e quando ela passa a ser um problema ou risco para a sua saúde. Se é esse esclarecimento que você busca, saiba que está no lugar certo.

Neste post você vai descobrir se suplemento alimentar faz mal, o que ele pode provocar, como você deve tomar e quem pode o ajudar a conseguir os resultados desejados. Vamos lá?

Existe uma maneira certa de tomar suplementos alimentares?

O especialista em nutrição Rodrigo Loschi, que trabalha com a Max Titanium há 8 anos, afirma que o suplemento alimentar tem um papel importantíssimo no ganho de massa muscular, mas que, mesmo assim, ele não trabalha sozinho. Para que o suplemento faça o efeito desejado, é preciso que outros fatores estejam em dia, tal como:

Por isso, é contraindicado que se tome suplementos sem o acompanhamento adequado, afinal, o excesso de uso pode gerar efeitos indesejados e até mesmo malefícios ao organismo.

De acordo com o nutricionista, existe um trabalho profissional bastante estruturado por trás de qualquer prescrição de suplemento, que leva em consideração as condições de saúde de cada indivíduo, seus objetivos de performance, o seu biotipo, o tipo de suplemento e suas características.

A partir disso, o suplemento é prescrito como uma forma de complementar a alimentação e faz parte de uma estratégia nutricional. Isso significa que não adianta ingerir suplementação e se alimentar de forma precária, privando o organismo de nutrientes importantes.

Nas palavras de Rodrigo:

“Uma pessoa pode ter arritmia, diarreia, insônia, intolerâncias com um ou outro suplemento, enquanto para a outra ele será excelente. Quando de boa procedência e legalizado pela ANVISA, o problema não está no suplemento e sim nas reações que cada corpo pode ter. Por isso o papel do nutricionista e do médico é fundamental.”

Com isso, é possível afirmar que organismos diferentes reagem de formas distintas aos mesmos produtos. E para evitar reações indesejadas, é essencial consultar um profissional capacitado para realizar uma anamnese com as informações sobre as reações a determinado produto ou alimento.

Quais cuidados devem ser tomados?

O primeiro cuidado a ser tomado quando você estiver considerando suplementação é procurar um profissional de nutrição para orientá-lo. Para saber se determinado suplemento alimentar faz mal, o nutricionista levantará informações como:

  • seus hábitos de vida;
  • seu histórico;
  • seu perfil;
  • seu nível de prática de exercícios (de amador a profissional).

A partir disso ele realizará ajustes na sua alimentação e após ele poderá indicar o uso da suplementação.

Em atletas, os riscos podem ser consideravelmente maiores para quem usa suplementos alimentares e está nutricionalmente desequilibrado. Portanto, independente se você é iniciante ou profissional, é preciso ter uma dieta balanceada antes mesmo de iniciar o uso de suplementos.

Outra atitude bastante frequente que pode prejudicar os resultados dos exercícios é a substituição de uma refeição importante por shakes, por exemplo. Principalmente se a alimentação não estiver bem balanceada.

De acordo com o nutricionista Rodrigo Loschi:

“Hoje temos classes de suplementos que aumentam a performance, como a cafeína, beterraba em pó, estimulantes como chá verde, aminoácidos da síntese proteica e recuperação, carboidratos para energia. Todos esses suplementos podem, sim, aumentar o rendimento do atleta e em alguns períodos da dieta ou do dia, em que ele não consiga se alimentar de forma correta, cada nutricionista pode fazer essa adequação da melhor forma.”

Mas ainda assim, os resultados só serão eficazes quando combinados à uma boa dieta.

Quais podem ser as consequências de uma suplementação equivocada?

Para Rodrigo, o consumo de suplementos sem uma orientação especializada pode trazer sérios riscos à saúde, como doenças e até mesmo levar a morte em caso de complicações. Entre as principais causas do porquê o suplemento alimentar faz mal, estão:

  • os problemas renais: em função da sobrecarga dos rins, que precisam trabalhar mais para excretar o excesso de proteína;
  • o inchaço: também relacionado à sobrecarga dos rins, que desequilibra o controle hídrico do organismo e passa a reter mais líquido;
  • o surgimento de acne: comprovado por pesquisa, o consumo excessivo de substâncias presentes na proteína do leite e no whey elevam a incidência de acne;
  • o envelhecimento precoce: provocado pela alta produção substâncias relacionadas ao envelhecimento celular, também conhecido como radicais livres, no intestino;
  • o aumento de peso: decorrente da quantidade calórica das proteínas, que é a mesma dos carboidratos, e que pode ser transformada em gordura e energia para o corpo.

Quais os perigos de tomar suplementos de má procedência, ilegais ou sem recomendação?

Rodrigo Loschi salienta a importância de procurar produtos regulamentados pela ANVISA e controlados por empresas sérias e confiáveis, como o caso da Max Titanium, que garante a procedência de um produto com laudo técnico e capacitação na produção.

Em um breve relato, o profissional descreve o caso de pesquisadoras que realizaram uma análise química de produtos de suplementação contrabandeados. Neles foram encontrados:

  • hormônios;
  • remédios para ansiedade;
  • inibidores de apetite;
  • remédios proibidos no Brasil;
  • medicamentos para disfunção erétil.

As consequências disso são um risco enorme para a saúde e a possibilidade de ser pego em exames antidoping, em caso de atletas. Justamente pela promessa de resultados mais rápidos e eficazes, muitos desses suplementos podem contribuir para o uso abusivo de tais substâncias.

Quem pode ajudar a conquistar resultados de alta performance?

O ideal é que você busque o apoio de uma equipe multidisciplinar, conforme sugere o nutricionista Rodrigo. Em um time em que nutricionistas, fisiologistas do exercício, médicos e fisioterapeutas atuem em conjunto, a chance de desenvolvimento e sucesso do atleta ou praticante de exercícios físicos é bem maior.

Esse acompanhamento permite um melhor planejamento desde a dieta alimentar até a rotina de treinos, no sentido de melhorar a recuperação muscular, capacitar para treinos de alta intensidade, reduzir o risco de lesões e melhorar os resultados estéticos.

Portanto, não deixe de procurar uma empresa especializada que possa fornecer suporte completo em todas essas áreas, além de um acompanhamento específico do seu caso, de forma individualizada, que leve em consideração seus objetivos e características pessoais.

Agora que você já sabe se suplemento alimentar faz mal e como tomar cuidado para usar de forma eficiente, entre em contato conosco para melhorar seus resultados!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *