Suplementos fundamentais para ganho otimizado de massa muscular

A hipertrofia é o desenvolvimento e crescimento muscular, ou seja, é o aumento do volume das células por meio de estímulos físicos e alimentares. Como esse é o principal objetivo de quem pratica exercícios físicos, muitas pessoas buscam formas de obter um ganho otimizado de massa muscular.

Esse processo vai muito além de ter músculos grandes e muito desenvolvidos. O ganho de massa muscular possibilita a perda de gordura, melhora o desempenho físico e garante um corpo mais proporcional. Porém, para atingir esse objetivo é preciso manter atitudes corretas.

Pensando nisso, preparamos este artigo para mostrar como funciona um processo de ganho otimizado de massa muscular. Aproveite a leitura!

Afinal, o que é ganho de massa muscular?

A hipertrofia muscular se resume no aumento da área da seção do músculo. Essa expansão no volume das células é uma combinação de vários fatores, que não se limitam somente ao treinamento.

Para ter um aumento considerável dos músculos é preciso que os níveis de hormônios no corpo estejam ajustados, principalmente os anabólicos, com mais ênfase na testosterona — predominante no sexo masculino.

O tempo de descanso também é um elemento importante para o ganho de massa muscular, afinal, é durante o sono que os tecidos do organismo se regeneram. Nesse período também são liberados diversos hormônios, entre eles o GH — principal responsável pela regeneração e crescimento dos músculos.

A idade é outro ponto que deve ser considerado. A partir dos 30 anos já se iniciam os declínios no organismo e, em torno dos 35, é possível perceber uma perda de massa magra. Por isso, ganhar massa muscular a partir dessa idade é mais difícil, embora um bom treinamento seja capaz de resolver esse problema.

A carga genética também tem muita influência, assim como a alimentação e o programa de treinamento. É fundamental fazer a escolha certa dos alimentos, considerando as suas proporções e a qualidade. O treino, por sua vez, precisa respeitar o biotipo de cada indivíduo e os seus objetivos.

Como é o processo de ganho de massa muscular?

O ganho de massa muscular se dá por meio de um estresse metabólico. Sempre que praticamos exercícios intensivos, os músculos passam por um processo de lesão nas fibras musculares. O crescimento acontece quando as células recebem novos estímulos e sofrem pequenas lesões.

A resposta a essa situação é o aumento de substâncias cicatrizantes, que visam reparar os danos causados nas fibras. Durante esse processo, ocorre um aumento na síntese de proteínas — o que dá ao músculo um volume maior.

Imediatamente após o treino é possível notar que os músculos aparentam estar maiores. Isso acontece porque durante a execução do exercício o sangue circula mais pelas células, fazendo com que elas inchem. Esse é o início do crescimento muscular, pois o aumento instantâneo começa logo após a atividade física.

Existem alguns fatores que podem atrapalhar o ganho de massa muscular. Entre eles, estão:

  • o consumo excessivo de álcool;
  • a privação do sono;
  • o alto consumo calórico;
  • a baixa ingestão de proteínas.

O que pode otimizar esse processo de ganho?

O processo de hipertrofia se resume em estímulo, nutrição e descanso, sendo essencial que essa tríade esteja completa para que os resultados apareçam. Nesse sentido, o uso de suplementos alimentares pode ajudar a ter um ganho otimizado de massa muscular. Esses produtos fornecem os nutrientes que estão em falta no organismo ou que precisam ser repostos.

Dessa forma, o tamanho dos músculos do braço ou da perna, por exemplo, está diretamente relacionado à qualidade dos exercícios físicos e o resultado pode ser potencializado pela dieta ou pela suplementação.

É importante saber que existe um treinamento ideal para a hipertrofia muscular. Geralmente, ele consiste em um volume de treino mais específico, com um tempo de descanso programado entre as séries. Além disso, os exercícios costumam ser de sobrecarga, com o objetivo de criar estímulos e provocar as microlesões nas fibras musculares. O processo nutricional é determinante para a performance durante o treino e para a reparação das células.

Suplementos: como eles influenciam nesse processo?

É necessário consumir uma quantidade muito grande de diferentes tipos de alimentos para atingir uma boa ingestão de creatina, proteína ou aminoácidos por exemplo. Por isso, a suplementação é muito útil e permite um ganho otimizado de massa muscular.

Alguns suplementos têm a proteína do leite em sua composição. Eles também contêm os aminoácidos essenciais que o organismo humano não consegue produzir, nas quantidades corretas. São esses nutrientes que geram a síntese proteica, que é o estímulo de novas proteínas musculares.

Quais suplementos otimizam o ganho de massa muscular?

Existem diversos suplementos que são úteis para aumentar a performance durante o exercício e gerar uma boa adaptação para a hipertrofia muscular. Cada um é rico em uma substância útil para o ganho otimizado de massa muscular.

A creatina, por exemplo, é um suplemento que aumenta os estoques de fosforil creatina no organismo. Essa substância fornece energia para o nosso sistema, onde é necessária em momentos de alta intensidade e curta duração — como durante exercícios com sobrecarga, em que o movimento deve ser realizado com muita produção de força, mas em um curto período.

Os 4 suplementos fundamentais para quem quer otimizar o ganho de massa muscular são:

  1. Whey — proteína do soro do leite, com quase todos os aminoácidos essenciais. Pode ser ingerido de 1 a 4 vezes por dia, entre as refeições;
  2. BCAA — composto por leucina, isoleucina e valina, que reduzem os danos musculares e inibem a queda na força. A ingestão de 2 tabletes por dia é o suficiente;
  3. Creatina — tem papel importante na contração muscular. É interessante que seja consumido junto com um carboidrato de alto índice glicêmico, facilitando o transporte para as células;
  4. Leucina — consegue estimular a síntese proteica muscular e atua como fonte de energia durante os treinos, reduzindo a fadiga e aumentando a resistência. Recomenda-se a ingestão de 3 cápsulas por dia.

É fundamental que esses produtos sejam desenvolvidos por uma empresa que esteja dentro dos padrões de qualidade da Anvisa. Isso garante que o consumidor não terá um prejuízo financeiro e, mais que isso, evita problemas de saúde. Um Whey de baixa qualidade, por exemplo, pode conter muito açúcar e ser prejudicial para um usuário diabético.

Para ter um ganho otimizado de massa muscular é essencial ter a supervisão de um preparador físico e um bom acompanhamento nutricional. Somente o profissional pode determinar a sua necessidade de ingestão calórica e de suplementos — e o mesmo vale para o treinamento. Como cada organismo funciona de uma maneira, é importante ter a validação dos treinos e da dieta.

Gostou do assunto e quer adquirir suplementos alimentares de qualidade? Então entre em contato conosco e conheça os produtos da Max Titanium!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *