Você já ouviu falar em calistenia? Conheça essa atividade física!

A calistenia tem um nome que pode parecer complicado, mas, na verdade, é algo bem simples. Trata-se da prática de exercícios que utilizam o peso do corpo como elemento mais importante.

Em uma espécie de treino funcional, ela permite que os praticantes executem os movimentos sem necessidade de estrutura. Versátil, ajuda a garantir diversos efeitos no organismo e em seus músculos.

Para entender o assunto de forma completa, veja o que é a calistenia e descubra como praticar essa atividade física.

Como funciona a calistenia?

Não tem mistério: o peso do corpo é o principal recurso para que os músculos sejam trabalhados. Então, a prática se baseia em movimentos orgânicos, mas que causam algum tipo de esforço nos grupos musculares.

O treino pode ser feito de duas maneiras. A primeira é por meio da seleção de um exercício específico, com séries de repetições maiores. É um jeito de trabalhar áreas direcionadas, como o peitoral ou as pernas.

Já o circuito, ou workout, envolve diversas práticas, com um pequeno ou nenhum intervalo entre elas. De grande intensidade, tem menos repetições, mas um efeito muito adequado para quem começa agora, por exemplo.

Quais são os exercícios?

Por ser uma técnica conhecida e tradicional, a calistenia já conta com alguns exercícios consagrados. Praticá-los do jeito correto ajuda o organismo em vários níveis e auxilia na conquista de resultados. Veja os mais comuns:

  • abdominal: de barriga para cima e com os joelhos flexionados, é preciso subir com o tronco, flexionando a barriga. É um dos exercícios mais famosos e conta com diversas variações.
  • agachamento: com os pés alinhados e coluna ereta, o praticante tem que flexionar os joelhos e o quadril e estendê-los na sequência.
  • barra fixa: com o apoio de uma barra e com a palma da mão virada para dentro, deve-se usar a força dos braços para erguer o corpo e levar o peitoral à barra.
  • flexão: conhecida como push-up, exige que o peitoral fique no chão, com os cotovelos para fora. Então, as mãos servem para subir o peitoral, com as pernas alinhadas.
  • prancha: com os cotovelos alinhados e apoiados no chão, é preciso erguer o corpo com as pontas dos pés alinhadas no solo.

Quem pode praticar?

Um dos pontos mais importantes da calistenia é que, a princípio, ela não tem contraindicações. Por ser uma prática orgânica, permite que qualquer um execute os exercícios. A musculação, por exemplo, tem limitações para pessoas com algumas condições, como problemas cardíacos.

Contudo, é preciso tomar cuidado com a intensidade. Quem for sedentário ou tiver algum problema específico deve investir em séries menores e mais leves — desde que haja permissão médica.

Quais são os efeitos no corpo?

A calistenia age de modo completo, já que vários músculos são trabalhados em um mesmo exercício. Trata-se de algo diferente da musculação, que atua em grupos musculares de maneira isolada. Nessa prática, o corpo todo entra em equilíbrio.

Mas não é porque ela usa apenas o peso do corpo que é uma atividade leve — muito pelo contrário. Os exercícios também são capazes de gerar as microlesões musculares que levam à desejada hipertrofia. Então, são bons complementos para quem pretende conquistar mais massa magra. Eles ainda auxiliam a acelerar o metabolismo e, portanto, a queima de gordura. Assim, é possível obter a definição e a tonificação.

Para completar, há um aumento na resistência e na força muscular. Todo o corpo se torna mais forte e preparado para executar as atividades.

Existem outros benefícios?

Além dos efeitos gerados no organismo, que vão do emagrecimento à hipertrofia, essa é uma solução com várias outras vantagens:

  • garante versatilidade e possibilidade de executar exercícios ao ar livre;
  • permite a prática em casa ou em espaços públicos e abertos;
  • não há exigência de equipamentos específicos;
  • aumenta a coordenação e a consciência corporal;
  • favorece a flexibilidade e o equilíbrio;
  • pode ser praticada por qualquer pessoa;
  • oferece uma grande gama de exercícios e possibilidades;
  • amplia a resistência do corpo;
  • melhora a oxigenação das células;
  • acelera o metabolismo e muito mais.

Quais são as melhores práticas?

Para aproveitar todos os pontos positivos da calistenia, é essencial seguir as boas orientações. Assim, você tem a certeza de conquistar os resultados pretendidos com menos dificuldade e longe dos riscos de lesões.

Comece aos poucos

Para ambientar o organismo a essa nova prática, é recomendado iniciar de forma progressiva. Mesmo quem já está habituado a fazer atividades físicas regulares deve realizar treinos menos intensos no começo e passar a ampliá-los.

Além de dar chance para o corpo reagir de forma otimizada, é um jeito de identificar quais são as melhores opções para as suas necessidades.

Altere as metas

Ao ficar muito tempo numa mesma série, pode ocorrer um fenômeno chamado platô de desenvolvimento — uma fase em que os resultados esperados não aparecem, apesar dos estímulos. Como a prática é versátil, o ideal é alterar as metas e executar novas variações dos exercícios.

Aumente a dificuldade das execuções, amplie o número de repetições ou torne o circuito mais desafiador. Assim, é possível manter e ampliar o patamar de resultados.

Não se esqueça da postura

Não é porque os exercícios não exigem equipamentos especiais que podem ser praticados de qualquer maneira. Ao fazer agachamento sem cuidar da postura, por exemplo, você pode sofrer lesões na lombar.

Então, é essencial garantir o alinhamento de todas as partes do corpo para evitar esforços desnecessários. Desse modo, os efeitos são obtidos sem prejuízos para os músculos.

Dê atenção à alimentação

Os exercícios são essenciais para o corpo, mas é importante reconhecer que a alimentação também tem um papel fundamental. Não basta executar várias séries se o prato não recebe a atenção necessária.

Dependendo do seu objetivo, seja emagrecimento ou hipertrofia, é essencial seguir uma dieta balanceada para conquistar os resultados.

Por que contar com um profissional?

Um dos pontos positivos da calistenia é poder praticá-la de modo livre, sem necessidade de grande infraestrutura. Contudo, o melhor é ter o apoio de um profissional especialista no tema.

Em primeiro lugar, ele orienta sobre como agir e manter a postura certa. Também é o responsável por ajudar na definição do melhor treino para os seus objetivos. Isso oferece, mutuamente, mais segurança e um alcance rápido de resultados.

Além de tudo, o profissional pode indicar a necessidade de suplementação alimentar, por exemplo. Assim, você fornece os nutrientes necessários para os músculos e consegue obter efeitos reforçados.

Como você percebeu, a calistenia é adequada para homens e mulheres, tanto jovens quanto adultos, e pode trazer incríveis benefícios de resistência, flexibilidade e força muscular. Além disso, a prática, ao contrário dos exercícios em ginásios fechados e academias, proporciona uma sensação de liberdade por ser realizada em parques ou lugares públicos. Então, o que está esperando para iniciar e conquistar resultados incríveis para o seu shape?

Aproveite e veja o nosso manual da hipertrofia e saiba como ganhar massa muscular!

deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *